Diferentes modos de preparo da carne, vantagens e desvantagens

O que achou deste post?

Olá pessoal, hoje irei falar um pouco sobre os diferentes modos de preparo da carne, suas vantagens e desvantagens. Espero que gostem!

 

  • Grelhada (grelhas ou frigideiras sem óleo):

Vantagem: método rápido, sem adição de gordura/óleo

Desvantagem: pode ressecar a carne e ser um pouco mais sem gosto.

Dicas: corte filés mais altos. Adicione um pouco de água para não ficar tão ressecado e, próximo ao final do cozimento, adicione vinagre para dar uma cor e um sabor a mais. Legumes como  cenoura, pimentão, cenoura, batata, mandioquinha podem ser grelhados juntos 

  • Assada:

Vantagem: prático, não há adição de gordura/óleo

Desvantagem: cozimento mais demorado, porém permite que faça outras tarefas ou outros alimentos enquanto assa. Pode ressecar a carne

Dicas: enrolar a carne em papel alumínio ajuda a preservar o sabor e o cheiro e também a não ressecar tanto, assim como é melhor assar a peça inteira e não pedaços. Legumes como  cenoura, pimentão, cenoura, batata, mandioquinha podem ser grelhados juntos. Temperos naturais como alecrim, manjericão, tomilho, etc são bem-vindos também   

  • Churrasco:

Vantagem: prático, não há adição de gordura/óleo

Desvantagem: cozimento mais demorado, porém permite que faça outras tarefas ou outros alimentos. Atenção a quantidade de sal grosso adicionada e também aos cortes de carne (opte pelos menos gordurosos). Apesar de a fumaça ser a responsável por aquele gosto e cheirinho de churrasco, na queima do carvão são produzidas substâncias conhecidas como Hidrocarbonetos Aromáticos, em que alguns estudos tem mostrado que em excesso podem ser cancerígeno. Não significa que não deva comer mais churrasco, porém caso tenha histórico de câncer prevalente na família, tenha um consumo mais raro

Dica: aproveite e grelhe também legumes e até mesmo o abacaxi com canela que ajudará na digestão

  • Frita:

Vantagem: rápida e mais saborosa

Desvantagem: adição de gordura/óleo

Dicas: evite frituras de imersão, pois a carne absorve muito essa gordura, além do que, o óleo quando levado a altas temperaturas se modifica, produzindo substâncias maléficas a saúde. Use um fio de óleo/azeite ou manteiga, não precisa de usar muito! Já é suficiente para dar um gostinho

Esse método de preparo deve ser o mais restrito, principalmente para pessoas que desejam perder peso e para aqueles com problema de dislipidemias (colesterol, triglicérides altos) e cardíacos. 

Boa semana a todos!

Letícia Donati

Nutricionista Clínica – USP/RP
CRN 3: 38854
Rua Bernardino de Campos, 1330, Vila Seixas
Ribeirão Preto-SP
Contato: (16)3636-3697   (16)99792-1300
The following two tabs change content below.

BDC

Portal de #informaçãobempassada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *